Faleceu o professor jubilado da Universidade de Coimbra, Romero de Magalhães

Posted by

O antigo professor da Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra, Joaquim Romero Magalhães, faleceu hoje.

Aquele que também foi comissário-geral da Comissão Nacional para as Comemorações dos Descobrimentos Portugueses (1999-2002) e ex-secretário de Estado da Orientação Pedagógica (no Governo de Mário Soares) faleceu, em Coimbra, aos 76 anos de idade.

Distinguiu-se ainda como presidente do Conselho Diretivo da Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra (FEUC), durante oito anos, nas décadas de 80 e 90 do século passado.

O anúncio do óbito foi feito pela diretora da FEUC, Teresa Pedroso de Lima.

Natural de Loulé, onde nasceu em 1942, Joaquim Romero Magalhães foi distinguido, há duas semanas, a 12 de dezembro, pela Universidade do Algarve, que lhe atribuiu o título de “doutor honoris causa”.

Licenciou-se em História pela Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra, em 1967, e foi docente do ensino liceal e professor catedrático da FEUC, onde se doutorou.

Foi também professor convidado da École des Hautes Études en Sciences Sociales de Paris, da Universidade de São Paulo e da Yale University.

Enquanto estudante em Coimbra, Romero Magalhães foi presidente da Associação Académica de Coimbra e do Teatro dos Estudantes da Universidade de Coimbra, em 1964 e 1963, respetivamente.

Deputado à Assembleia Constituinte da República Portuguesa – eleito pelo PS, em 1975 e 1976 – Joaquim Romero Magalhães foi autor de uma vasta obra, tendo coordenado o volume “Alvorecer da modernidade”’, da História de Portugal dirigida por José Mattoso, e publicado obras como “Vem aí a República! 1906-1910” ou “O Algarve económico durante o século XVI”, que lançou já em dezembro deste ano.

Segundo um ex-colega do professor, o velório tem início às 13H00 na Capela de Nossa Senhora de Lurdes, em Coimbra, e as cerimónias académicas de homenagem ocorrem no dia 26, com início às 10H00.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.