Atraso das obras anula empreitada das “Docas”

Posted by
ARQUIVO DB

O presidente da Câmara de Coimbra visitou, ontem, de manhã, o estaleiro das obras nos bares do Parque Verde. Manuel Machado pôde verificar, in loco, o atraso da empreitada, por incapacidade da firma adjudicatária, Garfive, de cumprir o contrato.

De acordo com a agenda da reunião pública do executivo, agendada para segunda-feira, a câmara propõe a “resolução sancionatória” do contrato de empreitada, que foi consignada a 27 de abril e que deveria estar concluída em 180 dias, ou seja, no final de outubro.

Versão completa na edição impressa

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.