Visitantes do Machado de Castro são mais jovens que a média nacional

Foto DB-Carlos Jorge Monteiro

Mais mulheres que homens, bastante jovens, com grande nível de qualificação e predominantemente ligados às atividades intelectuais e científicas, é este o perfil típico do visitante do Museu Nacional Machado de Castro (MNMC).
Os principais resultados do estudo Públicos do Museu Nacional Machado de Castro foram ontem apresentados, em Coimbra, na sequência de um trabalho exaustivo da Direção-Geral do Património Cultural (DGPC) realizado por uma equipa de investigadores co Centro de Investigação e Estudos de Sociologia (CIES), do ISCTE – Instituto Universitário de Lisboa. Os resultados foram recolhidos durante o ano de 2015, mas só agora começaram a ser conhecidos.
O estudo foi produzido nos 14 museus nacionais, permitindo traçar uma análise comparativa. Assim, uma das conclusões é que o público do MNMC é “dos mais jovens” a nível nacional, com 37 anos, contra os 42 da média nacional. Registe-se, no entanto, que mais de metade dos visitantes (54%) têm menos de 34 anos.

 

Notícia completa na edição impressa de 15 de novembro de 2018

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.