Ordem quer mais profissionais nos Queimados do CHUC

A Secção Regional do Centro da Ordem dos Médicos (SRCOM) alertou ontem para a necessidade do reforço urgente das equipas médicas e equipamentos no Serviço de Cirurgia Plástica e Queimados do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra (CHUC).
Em comunicado, a SRCOM considerou que é urgente esse reforço “para assegurar a qualidade dos serviços prestados pela única unidade existente do Serviço Nacional de Saúde na região Centro”. “É indispensável possibilitar uma resposta adequada para todos os doentes e o CHUC não tem atualmente qualquer resposta durante a noite”, afirma o presidente da Secção Regional, Carlos Cortes, citado no documento, salientando que “é grave, porque deixa dois milhões de habitantes desprotegidos na região”.
Segundo o dirigente, há problemas graves e intoleráveis para cumprir a escala médica, a partir das 22H00, “uma vez que o único serviço de cirurgia plástica e queimados da região Centro encerra por não existir uma escala noturna autorizada pelo hospital”. “Quando surgem situações urgentes durante a noite, como por exemplo, vítimas de queimaduras graves, têm de ser transferidas para outros hospitais do país. Por outro lado, é necessária, também, uma unidade de cuidados intermédios que é atualmente inexistente”, frisou.

 

Notícia completa na edição impressa do dia 28 de novembro de 2018

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.