Fundação ADFP comemorou 31 anos de “muitos sucessos”

A Fundação ADFP reuniu ontem mais de uma centena de pessoas num jantar para comemorar o seu 31.º aniversário. O dia foi de celebração e culminou no salão de festas da sede da associação, onde se realizou a pré-apresentação do livro “Fundação ADFP 30 anos”.
“Um ano de muitos sucessos para a associação”. Foi desta forma que Jaime Ramos, fundador e presidente da Fundação Assistência, Desenvolvimento e Formação Profissional (ADFP), descreveu o ano de 2018. “Hoje somos uma instituição com uma enorme e inegável importância social em toda a região. Destacamo-nos como um dos grandes empregadores do nosso território. Apoiamos cerca de 480 pessoas, de todas as idades, e temos, aproximadamente o mesmo número de trabalhadores. Estes colaboradores sobem para 600 quando somados os voluntários, grande parte portadores de deficiência mental”, afirmou.
Durante uma visita ao futuro Hospital Compaixão, projeto da ADFP que abrirá portas no início do próximo ano, Jaime Ramos realçou o crescimento muito significativo da associação, bem expresso na evolução do Colégio St. Paul’s School, em Coimbra, que “deu um salto da dezena de alunos inicial para perto de uma centena”. Em declarações à comunicação social, o médico destacou também o êxito recente no Hotel Parque Serra da Lousã, que “tem estado relativamente bem”, e a ampliação da Residência Cristo Redentor, lar que terá mais 16 camas a somar às 55 já existentes.
“O crescimento da atividade da ADFP tem sido bastante significativo”, concluiu.

Hospital Compaixão
a caminho
“Isto vai salvar muitas vidas” foi uma das frases repetidas, ontem, ao final da tarde, pelos populares que se deslocaram ao edifício Hospital Compaixão (ainda em obras). Ali, Jaime Ramos revelou um pouco do que será a unidade de saúde, que deverá estar pronta a funcionar a partir do final de fevereiro de 2019.

Notícia completa na edição impressa de hoje

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.