Dois milhões de euros investidos em taludes

Posted by

DR

Cinco taludes instáveis da Linha ferroviária da Beira Alta, que revelavam risco de desabamento, foram consolidados através de uma empreitada conjunta da empresa pública Infraestruturas de Portugal (IP).
Os serviços de comunicação da IP informaram ontem que “foi concluída a empreitada de estabilização de cinco taludes de escavação, existentes ao longo do troço localizado nos concelhos de Mealhada e Santa Comba Dão”, (entre os quilómetros 60 e 83) da Linha da Beira Alta.

Reperfilamento, drenagem e ancoragens
A intervenção – que representou um investimento de cerca de 2 milhões de euros – teve por objetivo estabilizar os referidos taludes existentes ao longo do troço, localizados entre a Estação do Luso-Buçaco e a Estação de Santa Comba Dão.
Para que o trabalho fosse concluído no prazo fixadofoi necessário fazer a regularização e reperfilamento dos taludes existentes, consolidação dos taludes através de betão projetado, pregagens ou ancoragens e redes pregadas e renovação dos sistemas de drenagem.

Segurança e fiabilidade da estrutura foram reforçadas
As obras tiveram lugar “de modo a corrigir os sinais de instabilidade e minorar os riscos naturais que lhes estão, intrinsecamente, associados, reforçando assim condições de segurança e de fiabilidade da infraestrutura ferroviária”, conclui a empresa pública responsável pelas estruturas ferroviárias e rodoviárias no país.

Pode consultar a notícia completa na edição impressa desta sexta-feira, 30 de novembro, do Diário As Beiras 

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.