Cão atingido a tiro no centro de Soure

Zucky tem quatro anos

Zucky, um cão com quatro anos, foi atingido com um tiro de caçadeira na zona da cabeça, em Soure, quarta-feira ao final da tarde. O ataque ocorreu no centro da vila, numa zona onde todos os dias passam crianças em direção à escola. O proprietário do animal já apresentou queixa às autoridades.
Tudo aconteceu na quarta-feira, pelas 17H00, quando o dono de Zucky, José Luís Martins, abriu o portão de casa a um amigo e o cão acabou por fugir. “O portão bloqueou e não o consegui apanhar logo”, conta.
Mais tarde recebeu uma chamada de um amigo a avisar que o cão estava estendido no chão, junto à Banda Filarmónica de Soure, na avenida Dr. Raul Madeira. “Pensei que tivesse sido atropelado. Entrei logo em pânico quando o vi assim”, relata.
Algumas pessoas juntaram-se à volta do animal e uma delas disse a José Luís que “tinha havido um ataque a galinhas provavelmente pelo cão e que tinha ouvido um tiro”.
Próximo do local onde estava Zucky, estavam “penas e galinhas vivas, duas ou três”, conta. “Pensei: não é possível. No centro da vila? Mas o que é isto?”.
O animal foi entretanto levado para o veterinário, onde as suspeitas foram confirmadas por um raio-x. Na zona da cabeça, Zucky tem mais de 30 chumbos. “Não sei se o ataque às galinhas tem ou não relação com o que aconteceu ao meu cão, mas de uma forma ou de outra isto é bárbaro”, afirma José Luís, falando de “um cão de família, espetacular e brincalhão”.

Versão completa na edição impressa do Diário As Beiras de 9 de novembro de 2018

3 Comments

  1. Lamentável o que fizeram ao Zucky.
    Não saberia o Sr. José Luís Martins que o seu Zucky apreciava galinhas, e que terá um vizinho talentoso como este aqui:
    https://1.bp.blogspot.com/-YJca-yx2EkA/VGUwO_gxML

    Infelizmente, o Zucky poderá ter de ser abatido… 😢
    E o vizinho talentoso, punido. ⚖️

  2. O Carbonário says:

    Infelizmente, em Portugal, concede-se a licença de porte de arma e licença de caça a qualquer estúpido, burgesso ou psicopata. É óbvio que, neste caso, um psicopata qualquer alvejou o cão, tal como poderia ter alvejado uma pessoa. Mesmo que o cão tivesse atacado as galinhas, o uso de uma arma de fogo é desproporcionado e não se justifica.

  3. Não há confusão. Queria dizer que não é infelicidade nenhuma o vizinho talentoso ser punido pelo talento demonstradinho a corrigir o comportamento natural canino do Zucky.
    Pronto. Já disse.
    Esperamos todos que o Zucky se salve sem mazelas.
    Acontecem coisas também muito estranhas e terríveis no distrito. Chumbadas, atropelamentos, assassinatos, pancadaria, etc.
    O Urtigão também tem um cão que se chama Cão, e ele trata-o quase sempre muito mal!

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.