A teoria da evolução adaptada às empresas da nova Era Digital

Foto DB-Pedro Ramos

A teoria da evolução de Darwin, assente na virtude de adaptação das espécies, transposta para as empresas e para a 4.ª revolução industrial. A ideia foi, ontem, partilhada por Pedro Cilinio, diretor para o Investimento para a Competitividade e Inovação Empresarial do IAPMEI, na conferência organizada pelo DIÁRIO AS BEIRAS, que incluiu o lançamento da revista 1000 Maiores Empresas do Centro.
“A indústria 4.0: potencialidades e desafios para as PME” foi o tema da sessão. No auditório do Instituto Superior de Contabilidade e Administração de Coimbra – ISCAC | Coimbra Business School, o responsável manifestou a mensagem de que as empresas que melhor se adaptarem às idiossincrasias da nova Era Digital serão as que terão maiores probabilidades de sucesso e sobrevivência. “No mundo empresarial e na economia, como na vida, a capacidade de nos sabermos adaptar aos novos desafios é determinante”, argumentou Pedro Cilinio, sob o olhar atento das cerca de duas centenas de pessoas que assistiram ao encontro.
O ponto de vista foi “abraçado” pelos dois outros intervenientes da conferência, Augusto Vilarinho, da Critical Manufacturing, e Filipe Gonçalves, da Vodafone, que revelaram alguns dos segredos sobre esta mudança de paradigma.
A personalização da produção, os desenvolvimentos tecnológicos integrados no universo industrial, as ferramentas de apoio ao setor empresarial, e a necessidade de criar legislação adequada à transformação digital estiveram entre os “pontos” abordados pelos protagonistas.
Na revista do DIÁRIO AS BEIRAS ontem distribuída durante a conferência, com 132 páginas, são divulgadas as atividades das 1000 maiores empresas da região Centro, incluindo os distritos de Aveiro, Castelo Branco, Coimbra, Guarda, Leiria e Viseu. A publicação revela, também, entrevistas, rankings e análises sobre o setor económico local.
Hoje esta revista será distribuída, com o jornal, juntamente com o semanário Expresso, sendo oferecida, na próxima segunda-feira, dia 26, na compra da edição impressa do DIÁRIO AS BEIRAS. “Estou certo de que este será um instrumento valioso para os leitores e empresas da região. Trata-se de um documento completo e rigoroso, que agradará muito a quem tiver interesse em matérias relacionadas com o universo económico e empresarial”, frisa Agostinho Franklin, diretor do DIÁRIO AS BEIRAS.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.