Requalificação urbana da Praça da República inclui jatos de água com iluminação cénica

DR

A Praça da República e ruas envolventes, na vila de Góis, vão ser alvo de uma intervenção urbanística. É uma empreitada com prazo de execução de seis meses, num investimento de cerca de meio milhão de euros. Sem ser uma novidade, o projeto suscitou um comentário à presidente da câmara municipal, Lurdes Castanheira, de que “não interessa a nenhum goiense que se desperdice esta oportunidade”.

“Julgo que podemos ter aqui um outro cartão-de-visita sem haver nenhum atentado aquilo que é um dos ex-libris do concelho de Góis que é o nosso centro histórico”, declarou.

Coube a Carlos Santos fazer a apresentação do projeto, começando por explicar que foram identificados alguns “constrangimentos” existentes no centro da vila de Góis que justificam esta intervenção. Constatando que, atualmente, há “primazia da circulação automóvel relativamente à circulação pedonal”, o arquiteto da empresa Pura Arquitetos referiu que “queremos que o peão seja o protagonista e não o automóvel”. Registando que neste espaço há também “um estacionamento desordenado” e “uma circulação automóvel com problemas, principalmente no verão”, Carlos Santos acrescentou que os passeios têm “uma dimensão reduzida” e “pedra irregular”, os pavimentos estão “degradados”, há “problemas de drenagem de águas pluviais” e uma “proliferação e distribuição pouco cuidada dos cabos”, para além da “degradação do imobiliário urbano”.

Assim, a requalificação vai incidir sobre “uma das zonas mais nobres do centro histórico da vila”, abrangendo uma área de cerca de 4.370 m2. Propondo o condicionamento da circulação automóvel – de acordo com o projeto apresentado – serão colocados, na Rua Conselheiro Dias Ferreira, semáforos luminosos, com o intuito de “tornar a circulação alternada”, explicou ainda o representante da Pura Arquitetos, adiantando que o número de estacionamentos na Praça da República será reduzido em cinco lugares, com parcómetro “para promover a alternância do estacionamento automóvel”.

Pode consultar a notícia completa na edição impressa de fim de semana, 20 e 21 de outubro, do Diário As Beiras 

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.