Lousã: “Bunker” em betão armado protege das chamas a população da aldeia

Posted by

FOTO DR

Um abrigo de betão (tipo bunker), construído pelos moradores de Vale de Nogueira, na Serra da Lousã, está em condições de receber mais de 150 pessoas em caso de incêndio florestal ou tempestade.

Pouco mais de 30 aldeões – maioritariamente idosos – permanecem neste lugar do concelho da Lousã, que já teve perto de 200 habitantes no início do século XX, entre pequenos agricultores, pastores e carvoeiros, muitos dos quais partiram depois em busca de melhores condições de vida, sobretudo em Lisboa.

O grande incêndio que começou neste município em 15 de outubro de 2017, e que se alastrou a outros concelhos, causando cerca de 50 mortos na região Centro, levou a Comissão de Melhoramentos de Vale de Nogueira a pensar em novas medidas de defesa da população: “A gente pode aguentar aqui muito tempo”, afirma à agência Lusa, Osvaldo Serra, dirigente da comissão fundada em 1997.

Versão completa na edição impressa

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.