Governo apoia vítimas da tempestade Leslie

Posted by

FOTO PAULO CUNHA/LUSA

Perante prejuízos de 32 milhões de euros, “com tendência para aumentar”, provocados pela tempestade “Leslie”, o presidente da Câmara da Figueira da Foz, João Ataíde, adiantou ontem que vai pedir apoio ao Governo. “Estamos a tratar disso. Fizemos um diagnóstico para que amanhã [hoje], em Conselho de Ministros, se possa ter uma perceção tão realística quanto possível”, afirmou o autarca.

Os particulares também deverão ser apoiados. “Ninguém pode ficar sem telhado. Isto é quase um direito fundamental. As regras gerais de solidariedade obrigam-nos a tomar providências nesse sentido, e é para isso que queremos sensibilizar o Governo”, acrescentou o presidente. João Ataíde defendeu, por outro lado, que as obras municipais financiadas por fundos europeus e afetadas pela Leslie não sejam prejudicadas.

João Ataíde falava aos jornalistas no âmbito da visita da ministra do Mar, Ana Paula Vitorino, ao porto de pesca e às unidades industriais conserveiras que ali se encontram instaladas.

Versão completa na edição impressa

One Comment

  1. Zé da Gândara says:

    Vai ser como no caso dos fogos que dizimaram a floresta e mesmo algumas habitações há um ano atrás 🙂 Muita parra e depois como a uva é pouca, sucederá que a uva será colhida pelo cacicato como sucedeu em Pedrógão e como certamente terá acontecido em parte da Gândara que ardeu há um ano atrás…

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.