Fogo já extinto na Pampilhosa da Serra deixou mais um aviso para as condições de risco de incêndio

Posted by

A Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC) registou mais de 500 incêndios entre 01 de outubro e as 18H00 de ontem, um número que causa “apreensão”, pois, na última década, não há um registo semelhante no mesmo período.

“Desde o início deste mês assistimos a um incremento do número de incêndios rurais, somando um total de 543. Praticamente 550 ignições desde 01 de outubro até às 18H00 de ontem. Diria que este número nos causa alguma apreensão, porque quando olhamos para o período homólogo dos últimos dez anos, não temos registo de um número tão grande de ignições”, afirmou o comandante Pedro Nunes, da ANPC.

No briefing sobre a situação dos incêndios rurais, o comandante operacional referiu que ontem estava a ser um dia “relativamente calmo”, associando essa situação ao “comportamento responsável e de cidadania” dos portugueses.

Ainda assim,  registaram-se dois incêndios que chegaram a causar “alguma apreensão”: um no distrito de Coimbra, em Pampilhosa da Serra, e outro no distrito de Setúbal, em Alcácer do Sal.

Nos próximos dias prevê-se a continuação de condições meteorológicas propícias ao aparecimento de incêndios.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.