Câmara recebe quase 800 queixas de danos em três dias

Posted by

Entre quarta e sexta-feira da semana passada, os serviços municipais realizaram um total de 791 atendimentos presenciais de munícipes com prejuízos decorrentes do furacão Leslie. O prazo para apresentação e comprovação de danos termina amanhã, 24 de outubro, às 19H30.
A informação foi ontem transmitida pelo presidente da Câmara de Coimbra. Falando no período de antes da ordem do dia da reunião pública do executivo, Manuel Machado especificou que as situações mais graves têm a ver com os estragos em equipamentos e instalações – “só em estruturas municipais, o prejuízo deverá ser superior a um milhão de euros”.
O presidente da câmara deu conta que, até as 19H30 de sexta-feira – quando havia mais de 100 pessoas já com senha que tiveram de ficar para hoje [ontem]” – tinham sido já registados 26 em atividades económicas, 36 processos referentes a equipamentos e instalações, 196 relativos a danos em habitações e 61 de viaturas afectadas.
Os danos em espaços físicos de coletividades e associações (IPSS, clubes desportivos e culturais, etc.) são “vastos e graves”, referiu Machado. Os casos mais complexos ocorreram na unidade da APPACDM, em São Silvestre, e em equipamentos da Académica, nomeadamente, os muros da Academia Briosa XXI, no Bolão, e o Pavilhão Jorge Anjinho, sublinhou.
Dos perto de duas centenas de processos relativos a prejuízos em habitações, muitos decorrem de coberturas e vidraças danificadas, mas há também situações mais graves, de infiltrações e até de paredes e muros derrubados. Apesar disso, segundo Manuel Machado, não há registo de qualquer caso de pessoas desalojadas, na área do município.

Notícia completa na edição impressa de hoje

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.