Secção de Andebol da AAC ameaça de demissão após cobrança pela utilização dos espaços

Depois da Secção de Futebol, agora é a Secção de Andebol da Associação da Académica de Coimbra (SA/AAC) a denunciar os valores pedidos pela utilização de espaços desportivos da Universidade de Coimbra. Este é um dos principais problemas apontados pela direção da SA/AAC, que agendou para hoje uma reunião que tem como ponto único a discussão e aprovação de um documento de quatro páginas A4, em que são explanados os factos que, no entender dos dirigentes, levam a um défice estimado “superior a 5.000 euros”.
A SA/AAC diz ter passado, “em poucos anos, de uma situação de receção de um apoio anual de sete a 10 mil euros para uma situação em que, para além de nada receber, ainda terá de pagar perto de três mil euros anuais à Universidade de Coimbra, para exercer o direito de treinar, jogar e defender o símbolo da AAC e da UC”.
Os motivos são vários, a começar pela assunção “sem contestar”, por parte da Direção-Geral presidida por Bruno Matias “no último mês do seu mandato” de uma dívida “que se encontrava prescrita, no momento da assinatura do acordo, sem comprovativos contabilísticos e sustentada numa declaração assinada pelos dirigentes da secção de então, que não tinham competências para tal” ao “dito academista Campos Coroa, de mais de 200 mil euros, a pagar a 25 anos”. O acordo resultou em “4.800 euros anuais” a menos nas contas da SA/AAC.
Na alínea b) do documento, a SA/AAC aponta o dedo ao reitor João Gabriel Silva que “considera que as Secções Desportivas, que praticam desporto federado e com escalões de formação, são um custo para a UC”. Nesse sentido, foi definido um custo pela utilização dos espaços desportivos para treino durante a semana que levou à retenção de “mais 3.900 euros” à SA/AAC. A isto acresce “perto de 3.000 euros para competições, a pagar na hora”, ao fim de semana.

Notícia completa na edição impressa de hoje

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.