Opinião – É preciso sonhar para que o sonho vire a realidade

Posted by

Todos sonhamos, com maior ou menor frequência, por mais realistas que sejamos. O vereador José Manuel Silva até sonha com demissão de Manuel Machado. E finalmente MM sonha em ter um aeroporto em Coimbra. Entre os dois sonhos, sugiro que o cidadão leitor avalie a sua adequação à realidade.
Na deriva do sonho, JMS no seu argumentário afirma: a mentira de MM foi deliberada e consciente. E acrescenta que, MM teria dito “ palavra dada é palavra honrada”. Não sei em que circunstâncias e momento o teria afirmado. No entanto, o MM já leva de presidente de Câmara 17 anos, mais 7 anos de vereador a tempo inteiro e nunca um munícipe ou instituição colocou em causa a sua honorabilidade e isso só pode significar muita honradez. Aliás, atestam-no as sucessivas reeleições como presidente de Câmara, um concelho eleitoralmente tão exigente quanto Coimbra, com tanta massa crítica e também candidaturas, onde proliferam as ambições pessoais. Lá diz o ditado “ o pior cego é aquele que não quer ver”.
A argumentação de JMS é a de que existiam estudos e se conhecia a impossibilidade de solução do aeródromo Bissaya Barreto. Uma pergunta direta ao Dr. José Manuel Silva: poderia informar quanto custam nos estudos as obras de expansão para os cerca de 1.500 metros?
Anunciar um sonho de construção de um aeroporto em Coimbra e ainda por cima na presença de quem é Primeiro-ministro, é um ato de grande risco e de coragem política. Deveria ser louvado e não apoucado.
Se MM no sonho tivesse desconsiderado o aeródromo de Cernache imaginem o que não diriam. Um gastador, que desconsidera o aeródromo, que não aproveita o investimento já existente.
O MM com as suas virtudes e defeitos bem sabe, que se Monte Real abrir a voos civis (uma reivindicação de 40 anos, que um PM e Vice PM não conseguiram), o problema do aeroporto na zona centro fica resolvido, mas não deixará do seu nome estar associado ao tal facto.
A grandeza de um político está no sonhar para que o sonho vire a realidade. Um aeroporto para a zona centro em Coimbra ou junto a Coimbra será sempre o aeroporto de Coimbra. A grandeza está na humildade em aceitar qualquer local que melhor sirva a região e a menor custos para o cidadão, porque é este afinal com os seus impostos quem o paga. O aeroporto deverá ser construído no melhor local possível e que mobilize autarcas e cidadãos na procura de apoio comunitário.
O Dr. José Manuel Silva é um autarca em Coimbra, pergunto se apoia ou não a construção de um aeroporto em Coimbra ou junto a Coimbra, na zona centro? Esta é a questão. Todo o resto é a política de “faca e alguidar”. E para dizer mal já temos os de Lisboa e Porto, os habituais centralistas e do costume.
Bem sabemos que a vida política cansa os intervenientes. Os partidos também cansam o cidadão eleitor. O atual sistema até pode estar esgotado, mas pelos vistos, nos recentes movimentos de cidadãos a autarquias, os políticos no comportamento não são diferentes nem melhores, bem pelo contrário.

One Comment

  1. José Fernando says:

    Tenham juízo.
    Nem o comboio conseguem para a Lousá
    Quanto mais aviões para Cernache..

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.