Opinião – A escola está vazia

Posted by

É com tristeza que constato que a Escola Básica da Pedrulha (EB1/JI) mantém as portas fechadas aos alunos por mais um ano lectivo.
Esta escola foi requalificada há pouco tempo, na governação do então Presidente da Câmara Dr. Carlos Encarnação, da coligação PSD/CDS-PP.
Tendo em conta que os equipamentos educativos devem criar condições de igualdade de acesso a um ensino de qualidade para todos os alunos, no sentido de evitar uma educação a diferentes velocidades dentro de um mesmo território, lembro que nesta escola existem quatro salas de aulas, o que garante uma sala e um professor por ano de escolaridade, e que no último ano lectivo em que funcionou tinha 22 crianças afectas à educação pré-escolar, o que se traduzia numa turma, e 23 alunos afectos ao 1º CEB, o que se traduzia em duas turmas.
Contrariamente ao que era esperado, no ano lectivo de 2017/2018 a escola foi encerrada por não haver número de inscrições suficientes para o seu funcionamento, não tendo sido levada em consideração a sua localização, nem tendo sido elaborado um projeto educativo próprio que garantisse as condições necessárias à promoção do sucesso escolar e ao combate ao abandono. Mais grave ainda é o facto de no presente ano lectivo não terem sido abertas inscrições, deixando-nos sem saber se existiriam alunos suficientes para a reabertura da escola.
Esta situação poderia ter sido evitada este ano lectivo, se por parte das entidades responsáveis tivesse havido vontade de reabrir a Escola Básica da Pedrulha. Dou o exemplo da Escola Básica de Santa Apolónia, que, não tendo capacidade para tantos alunos, está a transferir turmas do 1º CEB para a EB23 Rainha Santa Isabel, quando a Escola Básica da Pedrulha poderia acolher estas turmas.
Confrontada com a actual situação, sinto-me revoltada, enquanto contribuinte. Andam a brincar com os dinheiros públicos! Onde já se viu uma escola requalificada há tão pouco tempo estar já inactiva, tendo reunidas todas as condições para receber os alunos!
Apelo aos responsáveis que olhem para esta situação com atenção e que a resolvam o quanto antes, na esperança que haja vontade politica para o fazer!

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.