“O Leonardo parecia um saco de boxe”

Posted by

Foto DB-Pedro Ramos

Um dos amigos do jovem de 18 anos, que em setembro de 2016 faleceu em consequência de uma rixa na Feira de Montemor-o-Velho, confirmou ontem a violência das agressões feitas pelos arguidos. Apesar de já não se recordar de grande parte dos acontecimentos dessa madrugada, André Costa referiu que os três homens abordaram Leonardo Queda e agrediram-no de tal forma que ele “parecia um saco de boxe”. “Eram pessoas que não tinham noção da realidade”, frisou perante o coletivo de juízes.
Questionado sobre quem desferia os murros no amigo, a testemunha olhou para os arguidos e não conseguiu precisar. “Os meus pais afastaram-me do local nesse momento”, referiu. Mesmo assim, e daquilo que se recorda, André Costa reconheceu que aquele facto só tem uma explicação: “tratou-se de uma ação concertada entre os três”.
A testemunha afirmou que ficou preocupado com o estado em que se encontrava o amigo, de tal forma que o levou a casa. Durante o caminho, e apesar de aparentar estar sem problemas de saúde, foi-lhe perguntando se sentia alguma coisa. “A única coisa que me ia dizendo é que estava mal disposto. Nunca liguei às agressões, pensei que era do consumo de álcool”, afirmou. Mesmo assim, foram obrigados a parar para o amigo vomitar. Quando chegou a casa, o amigo voltou a questioná-lo se estaria bem, ao que ele sempre lhe respondeu afirmativamente.

 

Notícia completa na edição impressa do dia 12 de setembro de 2019

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.