Greve deixa Figueira e Coimbra sem cirurgias

DB- Pedro Ramos

A greve dos enfermeiros, iniciada às 08H00 de ontem, impediu a realização de todas as cirurgias programadas para os blocos operatórios do edifício central do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra (CHUC) e do Hospital Distrital da Figueira da Foz (HDFF). A informação foi avançada por Paulo Anacleto, presidente da secção regional do Sindicato dos Enfermeiros Portugueses (SEP), que falou de uma adesão de 75% no distrito.

“As cirurgias programadas para a manhã no bloco central dos Hospitais da Universidade de Coimbra foram todas desmarcadas, mantendo-se as de urgência”, afirmou o dirigente sindical, assegurando que também as consultas foram afetadas. “As consultas que precisam de um enfermeiro não se fizeram”, disse.

“Os números demonstram o profundo descontentamento que os enfermeiros têm relativamente a um conjunto de matérias que há muitos anos não se vê a sua resolução a breve trecho”, sublinhou Paulo Anacleto.

Pode ler a notícia na edição completa de hoje, sexta-feira, 21 de setembro, do Diário As Beiras

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.