Polícia Judiciária apanhou 16 incendiários em 2018

DR

A Polícia Judiciária (PJ) deteve este ano (até esta segunda-feira) 16 pessoas, 15 homens e uma mulher, pelo crime de incêndio florestal. Nenhuma das detenções ocorreu na área da Diretoria do Centro.

Por esta altura, no ano passado, já tinham sido apanhados 49 pirómanos a nível nacional, 13 dos quais no Centro e cinco só no distrito de Coimbra.

2017 foi um ano atípico não só no que respeita a ignições como também a detenções pelo crime de incêndio florestal. Este ano, o verão começou mais tarde e, não fosse o incêndio que lavra na serra de Monchique, no Algarve, desde sexta-feira, tudo estaria dentro da normalidade.

Fonte da PJ explicou ao DIÁRIO AS BEIRAS que o número de detidos do ano passado se relacionou com o número elevado de ocorrências e com o facto de a época de fogos ter começado mais cedo, o que levou a que as diligências para identificar os criminosos começassem também mais cedo.

Pode ler a notícia na íntegra na edição de hoje, 8 de agosto, do Diário As Beiras

 

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.