“Pinhal de Futuro” quer combater “fantasmas” dos incêndios

DR

O projeto “Pinhal de Futuro” promoveu, em Pampilhosa da Serra, uma sessão intitulada “Cuidar o trauma: o papel dos pais no apoio às crianças e adolescentes”, destinada a pais e cuidadores de jovens afetados pelos incêndios de 2017.

A sessão, orientada pelos psicólogos clínicos Marco Martins e Catarina Medeiros, procurou elucidar pais e cuidadores quanto às reações mais adequadas a ter em conta, aquando de manifestações pós-traumáticas por parte de crianças e adolescentes, como consequência dos graves incêndios do ano passado.

Observações atentas
Realçando a relevância da reunião, a vereadora da Câmara Municipal de Pampilhosa da Serra, Alexandra Tomé, salientou que “as crianças também sentiram os acontecimentos que nós sentimos”, sendo de extrema importância juntar os pais, na tentativa de “perceber até que ponto é que estes eventos influenciaram a vida dos nossos jovens”.

Pode ler a notícia na íntegra na edição impressa desta segunda-feira, 13 de agosto, do Diário As Beiras

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.