Opinião: Meias verdades são mentiras

Posted by

O PCP/CDU quer esconder que faltou a duas importantes reuniões da Câmara por opção política deliberada, pois escolheu não fazer substituir o vereador Francisco Queirós, para evitar votar contra os interesses dos Drs. Manuel Machado e Carlos e Cidade, fazendo claros fretes ao Partido Socialista.
Nessas duas reuniões ( 18 de Junho e 30 de Julho) votou-se o concurso das refeições escolares, por um preço base tão baixo que impõe a falta de qualidade das mesmas, e o concurso do falso ‘Centro Olímpico de Ginástica’.
Será que o PCP/CDU vai criticar a má qualidade das refeições escolares e a entrega de todos os lotes à mesma empresa, contra o interesse público e dos jovens, escondendo que o péssimo concurso só foi aprovado devido à sua deliberada ausência?
A CDU fez um comunicado e o vereador Francisco Queirós escreveu um artigo a ilibarem-se da aprovação do corrupto Caderno de Encargos para o ‘Centro Olímpico de Ginástica’, alegando a sua ausência, e a acusarem o movimento Somos Coimbra (SC) de ter duas posições de voto.
Começamos por dizer que, quanto à posição do SC, a CDU tem toda a razão! O SC teve duas posições:
1 – O SC votou a favor da construção de um ‘Centro Olímpico de Ginástica’, que até poderia ser em regime de PPP, desde que o interesse público fosse garantido.
2 – O SC votou contra a versão definitiva do Caderno de Encargos quando confirmou que persistia como um verdadeiro logro e um tremendo favor ao concorrente privado, com grave dano do interesse público, da ginástica e de outros desportos.
A CDU também teve duas (que correspondem a três…) posições, mas em sentido inverso, permitindo a aprovação final. Esteve ausente aquando da primeira votação na Câmara, depois votou contra, na Assembleia Municipal, e, finalmente, no momento da verdade, voltou a ausentar-se, agora para férias, funcionando como voto a favor. Lembra os Presidentes de Junta que foram à casa de banho para não votarem o Orçamento de 2018…
O facto indesmentível é que o Caderno de Encargos definitivo só foi aprovado devido à ausência activa do PCP/CDU da reunião da Câmara, pois o PCP optou deliberadamente por não fazer substituir o vereador Francisco Queirós na referida reunião, podendo tê-lo feito… É caricata e ridícula a desculpa de que não havia nenhum camarada disponível!
Mais ainda, o SC convidou os vereadores do PSD e da CDU para uma reunião de debate e preparação do Orçamento da Câmara para 2019, para se poder preparar um bom orçamento, e o vereador Francisco Queirós recusou participar nesta reunião!
Três dos dez pontos que propusemos debater eram:
1 ) Plano de recuperação para a Baixa,
2 ) Revisão do Regulamento de Taxas e Preços Municipais,
3 ) Aumento das transferências para as Freguesias.
Fica muito mal à CDU apoiar esta governação da Câmara, de um modo servil e ausente, e, em paralelo, andar pela rua a fazer de conta que critica aquilo que, na verdade, apoia.
Tristemente, o PCP/CDU tem dois rostos e, com meias verdades, engana os seus simpatizantes. Factos são factos.

One Comment

  1. O Queirós já veio de férias?

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.