Jornada em homenagem às lavadeiras do Mondego

Posted by

Arquivo- Carlos Jorge Monteiro

Apesar de não ter sido assim há tanto tempo, parecem cada vez mais longínquos os dias em que as margens do Mondego, entre Coimbra e Penacova, eram local de trabalho duro, mas também de encontro e convívio para quase todas as mulheres que por lá viviam. As lavadeiras são agora lembradas e homenageadas na iniciativa que, há mais de uma década, preserva a memória da “barrela” nas margens do Mondego, comum há 40 ou 50 anos.

Promovida de novo pela Associação Desportiva e Recreativa dos Lugares de Casal da Misarela, Misarela, Vale de Canas, Barca e Ribeira e pelo Rancho Folclórico Rosas do Mondego, do Casal da Misarela, Freguesia de Torres do Mondego, com o apoio da Junta de Freguesia de Torres do Mondego e da Câmara Municipal de Coimbra, a homenagem vai acontecer a 11 e 12 de agosto, sábado e domingo, na Praia Fluvial de Palheiros e Zorro.

Recriação da “barrela” e dormida no rio Mondego
De acordo com informação das entidades organizadoras do evento que reúne a homenagem devida a todas as mulheres que viveram nas margens do rio uma vida dura, recriando a tradicional “barrela” da roupa branca das senhoras da cidade, o início está marcado para as 16H00 de sábado, com a chegada das mulheres carregadas com as trouxas da roupa.

Pode ler a notícia completa na edição impressa, dias 4 e 5 de agosto, do Diário As Beiras

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.