Dois milhões para feridos graves dos incêndios

ARQUIVO DB/CARLOS JORGE MONTEIRO

A Provedora de Justiça admitiu 188 dos 195 pedidos de indemnização das vítimas dos incêndios de 2017 e avançou com um pagamento intercalar de dois milhões de euros aos 61 que já receberam a qualificação de “feridos graves” atribuída pelo Instituto Nacional de Medicina Legal e Ciências Forenses (INMLCF)”.

“Este é o procedimento que melhor concilia o desejo de minimizar o dano sempre acrescido por qualquer demora e a necessidade de garantir um tratamento adequado, justo e equitativo”, considera Maria Lúcia Amaral, numa nota emitida ontem.

Versão completa na edição impressa

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.