Ciclismo: Raúl Alarcón vence segunda Volta a Portugal

Posted by

EPA/NUNO VEIGA

O ciclista espanhol Raúl Alarcón (W52-FC Porto) conquistou ontem a segunda Volta a Portugal, ao ser terceiro na 10.ª e última etapa da prova, um contrarrelógio em Fafe, ganho pelo espanhol Vicente García de Mateos (Aviludo-Louletano). O ciclista de Alicante, de 32 anos, teve ao seu lado no pódio da 80.ª edição da Volta com o português Jóni Brandão (Sporting-Tavira) e García de Mateos.

O contrarrelógio final de 17,3 quilómetros foi ganho pelo espanhol do Aviludo-Louletano, em 25.17 minutos, menos 21 segundos do que o português João Rodrigues (W52-FC Porto) e 34 do que Alarcón. Depois de o português Rafael Reis (Caja Rural) ter vencido o prólogo em Setúbal, Raúl Alarcón ‘roubou’ a amarela ao ex-colega de equipa na terceira etapa, em Oliveira do Hospital, não voltando a despi-la. Alarcón terminou os 1.578,9 quilómetros em 41:15.32 horas menos 1.03 do que Brandão e 1.14 do que De Mateos, que repete o terceiro lugar de 2017.

Vencedor de três etapas – depois de Oliveira do Hospital ainda venceu nas Penhas da Saúde (quarta) e na Senhora da Graça (nona) – Alarcón deu a sexta vitória seguida na Volta a Portugal à equipa de Sobrado, Valongo, sucedendo ao português Rui Vinhas, e aos espanhóis Gustavo Veloso, vencedor de duas edições, e Alejandro Marque. O corredor ‘azul e branco’, vencedor este ano da Volta às Astúrias, garantiu a 23.ª vitória de um estrangeiro na prova, desde que o belga Tony Houbrechts se tornou o primeiro não português a ganhar, em 1967.

Pode ler a reportagem na íntegra na edição impressa desta segunda-feira, 13 de agosto, do Diário As Beiras

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.