Autarca de Góis pede obras na EN342

O Dia do Município de Góis foi assinalado ontem com a realização de uma sessão solene comemorativa, que teve lugar na Casa da Cultura de Góis e foi presidida pela secretária de Estado para a Cidadania e Igualdade, Rosa Monteiro.
Na ocasião, foram homenageadas duas instituições que este ano comemoram os seus 50 anos de existência, a Filarmónica Varzeense – Filvar e a Cooperativa Social e Agro-Florestal de Vila Nova do Ceira, que receberam a medalha de ouro do concelho, tendo sido também entregue a medalha de serviço público do município a Cristina Novais, viúva de Frederico Seco, funcionário da autarquia homenageado a título póstumo.
Congratulando-se com as homenagens prestadas, Lurdes Castanheira enalteceu, em particular, “o serviço desenvolvido por Frederico Seco”, que desempenhou diferentes funções na autarquia, desde 2000 até ao ano passado, altura em que faleceu vítima de doença prolongada.
Aproveitando o momento, tal como já havia feito aquando da cerimónia comemorativa do 25 de abril, para lembrar às entidades presentes a urgência em fazer a requalificação da EN342, Lousã/Góis e Góis/Arganil, a presidente da Câmara de Góis reforçou que as acessibilidades e o despovoamento são “os dois principais problemas do município para os quais demora a chegar uma solução”.

Notícia completa na edição impressa de hoje

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.