370 mil pessoas garantiram mais uma “extraordinária Expofacic”

Sorriso rasgado. Era este o denominador comum entre os promotores da Expofacic que, ontem, se juntaram para o tradicional jantar de balanço do evento.
O momento foi de confraternização entre os elementos da Câmara Municipal de Cantanhede e da INOVA, e os patrocinadores. Ainda na “ressaca” da feira – as portas só se fecharam na madrugada de segunda-feira -, os responsáveis garantem que a Expofacic 2018 foi “um enorme sucesso” e correspondeu às expectativas iniciais.
De acordo com Idalécio Oliveira, presidente da INOVA empresa responsável pela gestão financeira e logística da feira, o número de visitantes “é semelhante” ao registado no ano passado, edição em que se assinalaram cerca de 370 mil entradas no recinto. Apesar dos números não estarem ainda “afinados”, o organizador mostra-se “muito satisfeito” com o legado deixado pela edição de 2018: “Estamos todos muito satisfeitos. Conseguimos muito bons resultados. Os níveis de satisfação foram altos, tanto no público, como entre os expositores e artistas presentes. Temos a ideia clara de que os números foram semelhantes à ultima edição. O nível de afluência foi excelente”.
Em declarações ao DIÁRIO AS BEIRAS, Idalécio Oliveira destacou o “pontapé de saída” da Expofacic como “eco-evento”, adiantando que, paralelamente às “contínuas ações de sensibilização ambiental” junto do público e à aposta na sustentabilidade energética dentro do recinto, a organização distribuiu mais de 15 mil copos reutilizáveis.
Já quanto ao orçamento, o valor aumentou em 57 mil euros em relação a 2017, num total de um milhão e 607 mil euros investidos. O aumento deveu-se às melhorias concretizadas nas instalações e ao reforço na divulgação, nomeadamente na promoção através das redes sociais. “Creio que, este ano, apresentamos um modelo de feira mais sustentável e que será um mote importante para o futuro”, acrescentou.

Visita de Marcelo
fica na memória
No encontro, que teve lugar nas instalações do Bombeiros Voluntários de Cantanhede, Helena Teodósio era o rosto da satisfação generalizada. Ali, a presidente da Câmara Municipal falou sobre a ambição de “tornar, cada vez mais, Cantanhede num centro de negócios e lazer, que tem na Expofacic o seu encontro mais relevante”.

Notícia completa na edição impressa de hoje

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.