Jogos Europeus Universitários arrancam hoje, mas cerimónia oficial de abertura só tem lugar amanhã à noite

Os Jogos Europeus Universitários arrancam hoje, em Coimbra, para 15 dias dedicados a 13 modalidades, com mais de três mil atletas de 300 instituições de ensino superior europeias; entre eles meio milhar de competidores portugueses.

Hoje já há competição nas modalidades de andebol, voleibol, badmington e ténis de mesa.

A canoagem é a modalidade/novidade em relação aos Jogos de 2016, disputados em Zagreb e Rijeka, na Croácia. A canoagem “não tem tido presença contínua”, explica o secretário-geral do Comité Organizativo dos Jogos, Mário Santos, mas pode, neste contexto, ter “enorme potencial e dar oportunidade a muitos atletas”. Está presente, para competir no centro náutico de Montemor-o-Velho, o campeão olímpico em K4, o alemão Tom Liebscher.

Há ainda remo, futebol, futsal, judo, râguebi, ténis e ténis de mesa adaptado, sendo que, neste caso, o centro nevrálgico é o Estádio Universitário de Coimbra e outros equipamentos desportivos da cidade.

Na comitiva portuguesa, vários atletas apresentam currículo para se destacarem, como o futsalista Nilson, da Associação Académica da Universidade do Minho, que se sagrou campeão europeu por Portugal em 2017.

Os Jogos têm sido considerados o maior evento multidesportivo realizado em Portugal e têm espetáculo oficial de abertura marcado para amanhã, domingo. A cerimónia de abertura, com acesso condicionado, terá lugar às 21H00 no Pátio das Escolas da Universidade de Coimbra,  com apresentação de Filomena Cautela e João Gabriel, contando com a presença do presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, e do Ministro da Educação, Tiago Brandão Rodrigues.

Especial informação sobre os EUSA Games na edição impressa do DIÁRIO AS BEIRAS deste sábado, 14 de julho

 

One Comment

  1. Lourenço Leitão says:

    Cerimónia de abertura com acesso condicionado ?! Qualquer evento desportivo desta natureza, a nível mundial, está aberto ao público, mesmo quando realizado em países de menor pendor democrático. Porque é que tal não acontece nos Jogos Europeus Universitários 2018, em Coimbra ?

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.