ISCAC | Coimbra Business School cria comissão para preparar doutoramentos

Posted by

D.R.

A Coimbra Business School anunciou hoje a criação de uma Comissão Pró-Doutoramentos na instituição, que terá como missão começar a reunir as condições para criar ciclos de estudos de doutoramento naquela escola de ciências empresariais.

A instituição, que pertence ao Instituto Politécnico de Coimbra, refere em comunicado hoje enviado à agência Lusa que avança “para a possibilidade aberta pelo Governo, na semana passada, de os politécnicos atribuírem o grau de doutor”.

Segundo a nota, o presidente da escola de negócios, Pedro Costa, “não perdeu tempo a reagir à notícia de que os politécnicos vão poder atribuir o grau de doutor” e nomeou a professora Maria do Castelo Gouveia, doutorada pela Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra em Organização e Gestão de Empresas com especialidade em Investigação Operacional, como coordenadora da Comissão Pró-Doutoramentos.

Através desta comissão, a Coimbra Business School irá “avaliar e reunir as condições necessárias para a criação de programas de doutoramento, interdisciplinares e competitivos, para propor à Fundação para a Ciência e Tecnologia”, é referido.

Pedro Costa, citado na nota, admite que “este é um desafio muito exigente”, sabendo, à partida, “que se o crivo vai ser apertado para as universidades, sê-lo-á muito mais para os politécnicos”.

“Essa é mais uma razão para nos mobilizarmos rapidamente para este objetivo, uma vez que estamos cientes da grande importância estratégica que a atribuição do título de doutor pode representar para a Coimbra Business School – ISCAC”, remata.

O novo presidente da Coimbra Business School, que tomou posse em junho, adianta ainda que a Comissão Pró-Doutoramentos “irá agora avaliar, criar e acompanhar as condições necessárias para que a escola tenha programas de doutoramento”.

Apesar de ainda não estarem definidos com precisão os requisitos necessários à aprovação dos ciclos de estudo através dos quais as escolas dos politécnicos poderão atribuir o grau de doutor, a equipa docente da Coimbra Business School considera que “parte em boa posição para essa corrida”.

“Os programas de doutoramento que iremos propor na área das ciências empresariais terão uma índole marcadamente interdisciplinar e um forte poder de aplicação prática”, afirma Pedro Costa, indicando que tal é possível “porque a Coimbra Business School é uma escola de negócios fortemente ligada ao mundo empresarial, com dezenas de professores doutorados em vários domínios científicos complementares”.

A nota diz ainda que a coordenadora da nova comissão, Maria do Castelo Gouveia, irá propor ao presidente da escola os nomes de mais dois docentes para completar a equipa.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.