Multas e estacionamentos causam onda de queixas na rua Verde Pinho

FOTO DB/PEDRO RAMOS

Nestes dias chuvosos, a Verde Pinho será, provavelmente, a rua com o clima mais “acalorado” da cidade. Isto porque, nos últimos dias, um “vendaval” de multas deixou os moradores daquela zona com cara de poucos amigos e veio confirmar um problema que se vinha a intensificar há alguns meses.

O problema? Falta de estacionamento. Os lugares são poucos e os carros dos moradores – cuja faixa etária se estende desde os seniores até aos jovens universitários – são muitos, numa rua em que boa parte das casas são habitações sociais, sem acesso a garagens ou parques particulares.

Hoje, a estrada, onde se circula nos dois sentidos, é curta e vê-se ainda mais diminuída face à enorme quantidade de veículos estacionados (irregularmente) nas duas extremidades da via. Ali, os autocarros e os camiões de recolha do lixo têm dificuldades em se deslocar em certos pontos da subida, motivando várias denúncias às autoridades.

Versão completa na edição impressa

One Comment

  1. Acho bem.

    Não tem dinheiro para ter garagem ou para pagar estacionamento, não tem que ter carro se não o consegue sustentar.

    Em vez de protestarem contra as multas que protestem com a fraquissima oferta de transportes públicos.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.