Baixa dá a provar património doceiro de Coimbra

FOTO DB/CARLOS JORGE MONTEIRO

Barriga de freira, arrufada de Coimbra, crúzios, suspiro, cavacas, pudim das clarissas e manjar branco são as sete maravilhas da doçaria de Coimbra que, durante um mês (de 15 de junho a 15 de julho) podem ser provadas com descontos que chegam aos 20 por cento.

Numa iniciativa inédita, a Agência de Promoção da Baixa de Coimbra (APBC) e os sete estabelecimentos aderentes apresentaram ontem a quarta edição da iniciativa “Os caminhos da Baixa – Património Doceiro de Coimbra” no topo da torre da universidade.

“A torre é um ícone do que é o património da humanidade reconhecido pela Unesco e nas nossas costas temos todo este centro histórico onde estão os sete estabelecimentos que aderiram”, referiu Vítor Marques, presidente da APBC. “Esta é a primeira iniciativa privada a conjugar o património doceiro com o da humanidade”, sustentou.

Versão completa na edição impressa

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.