Pina Prata defende adiamento da aplicação do RGPD

Horácio Pina Prata

O presidente da NERC – Associação Empresarial da Região de Coimbra, Horácio Pina Prata, acredita que o prazo da entrada em vigor do Regulamento Geral de Proteção de Dados (RGPD), previsto para o dia de amanhã, deveria ser prolongado por mais dois anos.
Em comunicado enviado ontem aos órgãos de comunicação social, a NERC fundamenta esta posição “face à falta de legislação nacional referente ao regulamento europeu aprovado pelo Parlamento Europeu e do Conselho, presentes no Jornal Oficial da União Europeia L 119 de 4 de maio de 2016, uma vez que constitui um dos fatores de maior pressão sobre as empresas”.O responsável defende, também, uma redução das coimas previstas para as Pequenas e Médias Empresas (PME) que não cumpram a lei, já que, de acordo com a entidade, são muitas as empresas que manifestaram as dificuldades que estão a sentir em matéria do RGPD, indicando que os elevados custos da sua implementação e o curto prazo de aplicabilidade estão a ser incomportáveis para as empresas da região.

Notícia completa na edição impressa de hoje

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.