Opinião: Notícias

Posted by

 

No dia em que escrevo irá ser votado no nosso Parlamento a questão da Eutanásia.

Embora frontalmente contra, primeiro como cidadão, e depois como médico, não me pronunciarei sobre tal matéria pois já aqui escrevi um artigo nesse sentido, restando-me apenas desejar que os Deputados tenham bom senso de adiar a votação, para que possa haver um verdadeiro esclarecimento do povo português.

É bom não esquecer que em nenhum dos programas dos partidos proponentes quando se apresentaram às eleições, com exceção do PEV, tal assunto nunca foi sequer citado, pelo que, bem vistas as coisas, não têm mandato de nenhum de nós para poder votar tal matéria.
Ainda posso assegurar-vos, em muitas conversas tidas sobre esta matéria, que há um imenso desconhecimento na maioria dos portugueses, pelo que considero essencial mais tempo, adiando para a próxima legislatura.

Uma boa notícia foi a Associação Académica de Coimbra ter criado uma plataforma para facilitar o voluntariado. “Associa-te” é uma espécie de banco de voluntariado que conta já com 14 instituições parceiras, e onde os estudantes, de forma permanente ou pontual podem “ter uma experiência muito importante para o seu crescimento”.

Aprender a ser solidário, com aqueles que mais necessitam, é seguramente uma forma saudável de crescer que só pode trazer a todos um acrescento de paz interior e onde se acaba sempre por receber muito mais do que aquilo que se dá.

Parabéns à Direção Geral da Académica por esta excelente iniciativa.

Uma outra noticia que me tocou, foi “Coimbra a Brincar” organizado pela Associação de Paralisia Cerebral de Coimbra e que este ano contou com cerca de 52 parceiros e cerca de 10.000 participantes.
Para além de ter um carinho especial pela Associação de Paralisia Cerebral de Coimbra, entendo que iniciativas como esta, em que se assinala o Dia Internacional de Brincar, me deixam com a certeza que muito se faz pelos outros e quantas vezes tal passa despercebido.
Está de Parabéns a Dra. Fátima Vilaça, organizadora e responsável da Lusoteca e Oficina do Brinquedo da APCC.

Ao ver, por vezes, crianças por esse mundo fora sofrendo horrores das mais variadas espécies, apetece-me citar Augusto Gil “Mas às crianças Senhor porque lhes dais tanta dor, porque padecem assim”, sendo que essas mesmas crianças nasceram e deveriam crescer brincando.

Uma última referência a um Homem Bom e Integro que nos deixou a 21 de Maio, o Dr. António Arnaut.
Sempre que nos encontrávamos era de uma afabilidade e de uma delicadeza que me tocavam profundamente. Tinha um sorriso tranquilo, era politicamente uma Homem acima de qualquer suspeita pois perseguia ideais e por eles lutava, sem excluir ninguém, e isso é seguramente uma raridade nos tempos que correm.

Sei, como Católico, que descansa em paz e apresento à Família as minhas sentidas condolências.

Não posso terminar sem deixar um abraço a um Amigo que na sexta-feira perdeu uma das suas referências, o António Alves, jornalista deste Jornal, que viu partir prematuramente o seu Pai. A ele e à sua Família queria prestar e deixar toda a minha solidariedade.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.