“Temos de ser cada vez melhores”

Posted by

Foto DB-Luís Carregã

O reitor da Universidade de Coimbra (UC), João Gabriel Silva, desafiou ontem todas as unidades orgânicas a manterem o seu trabalho num nível elevado. De acordo com o docente, os tempos que se avizinham – a partir de 2019 – indicam que as universidades asiáticas estão a “entrar a todo o vapor” nos lugares cimeiros dos rankings mundiais, o que leva as instituições de ensino do mundo ocidental a terem de manter o seu bom trabalho. “Temos de ser cada vez melhores”, frisou, exortando desta forma os responsáveis a fazerem um acréscimo de atividade ao nível das publicações científicas. Se tal acontecer, referiu o responsável, “conseguiremos manter as (boas) posições nos rankings”.
No entender de João Gabriel Silva, são esses resultados que permitem, por exemplo, garantir bons resultados nos últimos concursos de acesso ao ensino superior, bem como uma maior atratividade internacional. A Faculdade de Ciências e Tecnologias da Universidade de Coimbra (FCTUC) é o mais recente bom exemplo.

 

Notícia completa na edição impressa do dia 24 de abril de 2018

One Comment

  1. Ora vejam como este Rettore entendeu e exemplifica bem neste comunicado, a Tarantella composta por Roberto De Simone, a Tarantella de lu cacare?
    Em particular, evoca-nos com este repto sinológico, a personagem da commedia dell'arte, a Pulcinella.
    "“Temos de ser cada vez melhores”, frisou, exortando desta forma os responsáveis a fazerem um acréscimo de atividade ao nível das publicações científicas."
    Não é assim, pois não…? Então não é: Temos de publicar cada vez melhores e honestos trabalhos científicos, para contrariar o acréscimo de má ciência chinesa e de toda a ciência mundial global, das últimas décadas?
    A responsabilidade disto tudo, da caca do mondo accademico, não é só dos chineses, Sr. Rettore Pulcinella. Perdão, Sr. Rettore João Gabriel Silva.

    E fazendo uma pequena variação no texto ocultíssimo de Roberto De Simone, acerca da função, del piacere, e dell’onore, dos buracos muito cultos nacionais, aqui vai:

    Se sei rettore o presidente, se non cachi nonn sei niente.

    E para terminar em folia, nesta véspera de Abril, concluímos:

    Tarantella tarantella viva questa cacarella,
    Se cacando puoi danzare, quant'è bello cacare!

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.