Feriado Municipal de Tábua é tempo de reforçar a mobilização geral para alavancar o concelho

Posted by

“10 de abril é o nosso grande dia, em que se assinalam os 45 anos da Restauração da Comarca de Tábua, por isso é um momento de celebração do concelho e dos munícipes”, começa por dizer Mário Loureiro, presidente do Município e anfitrião das comemorações que hoje têm lugar.

Querer saber qual o ponto da situação do concelho quanto à requalificação das áreas ardidas e à recuperação de habitações e empresas é uma natural ânsia dos jornalistas, até porque essa é a prioridade do Estado e das instituições públicas do concelho. O chefe da autarquia explica que ainda se trata de uma ferida aberta, mas também transmite “um sentimento de esperança e de motivação porque o concelho está a renascer”, acrescentando que “os munícipes meteram mãos à obra com determinação e, por isso, temos que ser proativos, correspondendo às expectativas”, refere Mário Loureiro.

Nesse contexto, ainda ontem, segunda-feira, foram assinados contratos de reabilitação de casas de 1.ª habitação. Já na semana passada, no âmbito das 77 candidaturas submetidas ao Programa de Apoio à Reconstrução de Habitação Permanente – efetuadas através do Município de Tábua – a Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Cento (CCDRC) informou a autarquia que havia sido lançado o procedimento concursal para a realização da empreitada de obras públicas de construção/reconstrução de 21 dessas habitações permanentes danificadas no concelho de Tábua, em consequência dos incêndios do passado 15 de outubro.

Versão completa na edição impressa

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.