Escavações no cemitério geram indignação em Maiorca

Posted by

Rui Ferreira, presidente da Junta de Maiorca

 

Para responder à falta de espaço no cemitério de Santo Amaro da Boiça, a Junta de Freguesia de Maiorca (Figueira da Foz) contratou uma empresa para fazer escavações em sepulturas públicas, na zona destinada a crianças, mas um alegado descuido gerou indignação junto da população.

 

Os trabalhadores, que não se terão apercebido da titularidade do terreno, escavaram num talhão privado, de onde retiraram restos de roupa de um bebé sepultado há 38 anos, que colocaram num canto do cemitério, gerando indignação junto dos familiares e dos vizinhos.

“A junta não foi informada pela empresa sobre o sucedido. Quando fui alertado por residentes de Santo Amaro da Boiça, dirigi-me à família do bebé e pedi-lhe desculpa”, afiançou ao DIÁRIO AS BEIRAS o presidente da junta, Rui Ferreira. O autarca, contudo, reconheceu que “não houve sensibilidade” por parte dos trabalhadores.

Informação completa na edição impressa

6 Comments

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.