Coimbra destacada na cerimónia do Dia Mundial da Saúde

Posted by

José Martins Nunes, Alto-Comissário para a Cimeira Mundial da Saúde, conferência intercalar que se realiza em Coimbra nos dias 19 e 20, recebeu ontem medalha de ouro pelos valiosos contributos prestados à saúde em Portugal.

O colar de ouro, prémio nacional de Saúde 2017, foi atribuído a Queiroz e Melo, pioneiro dos transplantes de coração em Portugal, tinha já sido anunciado na quarta-feira.

O júri premiou este médico por contribuir para “ganhos indiscutíveis de saúde”, prestigiando o Serviço Nacional de Saúde internacionalmente.

Queiroz e Melo nasceu em Tomar em 1945 e especializou-se em cirurgia geral e cirurgia cardiotorácica, deu aulas em várias universidades e fez o primeiro transplante do coração em 18 de fevereiro de 1986 no Hospital de Santa Cruz.

De Coimbra, que recebe esta cimeira mundial no âmbito da presença portuguesa na Aliança M8 – o G8 da Saúde – foram igualmente distinguidos os médicos Eduardo Castela e Manuel António e o administrador hospitalar Júlio Reis.

José Martins Nunes foi secretário de Estado da Saúde no XII Governo Constitucional, altura em que foram publicados o Estatuto do Serviço Nacional de Saúde e a lei da transplantação.

Foi ainda o primeiro presidente do CHUC e liderou a candidatura do centro hospitalar à Aliança M8 e de Coimbra à organização da Cimeira Mundial de Saúde. Foi agraciado em 2015 com a Comenda da Ordem do Mérito, grau comendador.

“Com esta medalha, o Ministério da Saúde, reconhece-lhe o mérito profissional e pessoal e os valiosos contributos prestados à Saúde em Portugal”, sintetiza ainda a nota de justificação do tributo.

Manuel António, por outro lado, foi condecorado pelo Governo após ter liderado o Instituto Português de Oncologia em Coimbra de 1991 a 1993 e de 1995 a 2016.

Eduardo Castela foi agraciado pelo trabalho na Telemedicina, presidente desta associação nacional e responsável pelo serviço de cardiologia pediátrica no Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra.

Também Júlio Reis, antigo administrador hospitalar, deputado à Assembleia Constituinte e preszidente da ARS do Centro, foi agraciado com a medalha de ouro.

A reunião intercalar da Cimeira Mundial de Saúde é organizada pelo consórcio entre a Universidade de Coimbra, e o seu reitor João Gabriel Silva, e o Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra, e o seu presidente Fernando Regateiro.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.