Trabalhadoras em casa por falta de encomendas

DR – Antigas instalações da Santix

As trabalhadoras da Santix estão em casa por falta de encomendas e de matéria-prima. A informação foi divulgada pela Organização de Células de Empresa e Sectores Profissionais de Coimbra PCP. Esta organização sublinha que as colaboradoras estão com salários em atraso. A empresa têxtil sediada em Coimbra deve às funcionárias o mês de fevereiro e cerca de metade do salário de janeiro, além de metade dos subsídios de 2014, férias e subsídios de 2016.

A estrutura do PCP afirma que as funcionárias atravessaram um período de salários em atraso em 2016. Agora, a Santix garantiu que parte da dívida “seria paga em prestações no âmbito do PER e que os pagamentos começariam em fevereiro, mas apesar da prestação ser de apenas 25 euros não foi paga”.

A Santix Indústria de Confecções S.A., fundada em 1900, empresa fabril especializada em confecção clássica para homem, chegou a ser pioneira na exportação, no seu setor, em Portugal.

Versão completa na edição impressa

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.