Músico decano toca há 68 anos na Filarmónica Goiense

FOTO DR

“68 anos numa filarmónica não é para toda a gente”, considera o presidente da Associação Educativa e Recreativa de Góis (AERG), António Rui Sampaio, acrescentando que “são os homens que marcam as instituições e são eles que elevam o seu nome e o senhor Amílcar, pela sua postura, pelo apoio que sempre deu a quem esteve com ele e pelo respeito que sempre mostrou por todos, é de facto um exemplo”.

Perante todo este historial, a AERG homenageou Amílcar Marques, num jantar que decorreu no passado sábado, em Góis, com a presença de 70 pessoas.

Defendendo que esta homenagem tinha que ser feita, uma vez que “o senhor Amílcar dedicou muitos anos da sua vida à filarmónica”, o presidente da AERG destacou que foi a primeira vez que promoveram uma iniciativa deste género, pedindo aos jovens que integram a banda para que “naqueles dias que não apetece ir ao ensaio, lembrem-se do exemplo dele, que ia sempre, e que fez um percurso na banda nos tempos em que se ia pé para todo o lado”.

Versão completa na edição impressa

One Comment

  1. ricardo pinto says:

    Um exemplo!

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.