Liga Portuguesa Contra o Cancro quer criar equipa multidisciplinar de tumores hereditários

FOTO DB/LUÍS CARREGÃ

O Núcleo Regional do Centro da Liga Portuguesa contra o Cancro quer criar uma equipa multidisciplinar de tumores hereditários que envolva a Faculdade de Medicina, o Centro Hospitalar e Universitário e o Instituto Português de Oncologia.

Uma em cada 300 pessoas sofre de uma forma herdada de tumor. Os números foram ontem revelados no Simpósio sobre Tumores Hereditários organizado pelo Núcleo Regional do Centro da Liga Portuguesa contra o Cancro (NRC.LPCC) e levaram o vogal da direção José Manuel Romãozinho a lançar o desafio da criação de um centro que permita tratar este tipo de doenças mendelianas.

A equipa deverá “juntar as sinergias existentes nas grandes instituições de saúde de Coimbra – a Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra (FMUC), o Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra (CHUC) e Instituto Português de Oncologia (IPO) – potenciando-as para o seu tratamento”, afirmou o médico gastroenterologista.

Versão completa na edição impressa

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.