Câmara admite empréstimo para reconstruir segundas habitações ardidas

FOTO DB/CARLOS JORGE MONTEIRO

A Câmara da Pampilhosa da Serra poderá contrair um empréstimo para ajudar os donos dos edifícios de segunda habitação destruídos pelos incêndios de outubro de 2017, disse ontem o presidente
da autarquia.

“Estou disposto a endividar o município” para incentivar os donos dessas habitações a avançarem com a reconstrução, afirmou José Brito à agência Lusa, indicando que, com um empréstimo bancário, a Câmara Municipal poderia, “por exemplo, assumir um terço” das despesas.

A autarquia “não dá dinheiro”, mas pode eventualmente pagar a reposição “da estrutura e do telhado”, para que os proprietários se sintam “motivados a fazer o resto”, disse.

Mais de 500 casas da Pampilhosa da Serra sofreram diferentes níveis de destruição na sequência dos fogos de 15 e 16 de outubro, sendo maioritariamente segundas habitações.

Versão completa na edição impressa

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.