Construir a ponte do Paço é de “interesse público”

Posted by

As dificuldades processuais que se colocam à construção da Ponte do Paço, uma vez que se encontra em espaço de Reserva Ecológica Nacional, começaram a resolver-se com a aprovação, ontem, em reunião extraordinária do executivo, do estatuto de Relevante Interesse Público (RIP) da construção da nova Ponte do Paço. Situa-se sobre a Vala Real do Paul de Arzila, no limite do concelho de Coimbra com o concelho de Montemor-o-Velho.
“A futura Ponte do Paço encontra-se em Reserva Ecológica Nacional e, mais uma vez se confirma aquilo que sempre tenho vindo a dizer à população de que nada estava tratado”, avançou o presidente da Câmara Municipal, Emílio Torrão.
Ao fazer referência às atuações do passado, o autarca montemorense sublinhou que “infelizmente, hoje se percebe que era muito fácil anunciar fazer a obra, mas que fazê-la é que era o mais difícil, mas eu, enquanto presidente da Câmara Municipal de Montemor-o-Velho, conjuntamente com o presidente da Câmara Municipal de Coimbra, não desistimos”.

Notícia completa na edição impressa de hoje

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.