Secções da AAC já pagam para utilizar Estádio Universitário

A proposta de cobrar taxas de utilização pelo Estádio Universitário às secções da Associação Académica de Coimbra (AAC), e ao público em geral, gerou polémica quando foi anunciada, em 2011. Ontem, contudo, durante a assinatura de um contrato programa com a AAC, o reitor João Gabriel Silva disse que a Universidade de Coimbra (UC) começou a cobrar, há cerca de um ano, pela utilização do equipamento.
Uma contribuição que é “mínima”, de acordo com o reitor, mas importante, para que todos percebam que é necessário haver uma comparticipação dos utilizadores. Sobretudo quando a manutenção do Estádio Universitário de Coimbra custa à UC, por ano, “cerca de meio milhão de euros”.
João Gabriel Silva falava com os jornalistas após a assinatura de um contrato programa, de promoção de atividades de caráter artístico, cultural e desportivo para estudantes da UC, que decorreu ontem, na Sala do Senado da reitoria.
À semelhança do que vem acontecendo nos últimos anos, a Universidade de Coimbra atribuiu um subsídio de 233.325 euros à AAC. Um apoio “essencial” para a estrutura associativa, em particular este ano, em que se realizam os Jogos Europeus Universitários (European University Games 2018). “É importante para a AAC ter uma base que garanta uma organização digna” dos jogos”, frisou.

Notícia completa na edição impressa de hoje

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.