“Ciganas louras” conhecem sentença amanhã

FOTO DB/LUÍS CARREGÃ

Tribunal de Coimbra Sete mulheres e os dois homens, que ficaram conhecidos como “gangue das ciganas louras” pela prática de diversos furtos, sobretudo na Figueira da Foz, conhecem amanhã a sentença.

As arguidas, com idades entre os 19 e os 55 anos, e os dois homens, de 23 e 35, começaram a ser julgados em outubro e respondem por crimes praticados entre 2013 e 2016. Atuavam em grupo e furtavam produtos de higiene, cosmética e brinquedos em estabelecimentos de comércio tradicional, localizados na zona da Gala e da rua da República e Praça 8 de Maio, na Figueira da Foz. Registaram-se também casos em supermercados, óticas, farmácias, ourivesarias e postos de abastecimento de combustível em Leiria, Condeixa, Oliveira de Azeméis, Amarante, Rio Maior, Póvoa do Varzim e Ovar.

Quando eram apanhadas, as mulheres, várias vezes acompanhadas por crianças, ameaçavam e insultavam os funcionários das lojas. Segundo a acusação, os lojistas mais afetados ficaram “completamente aterrorizados” e muitos acabaram por se “inibir” de tentar detê-las e de chamar as autoridades com medo, optando por fechar os estabelecimentos sempre que se apercebiam da sua presença.

Notícia completa na edição impressa de hoje

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.