Bispo de Coimbra inicia missão de proximidade no concelho da Lousã

D. Virgílio Antunes, bispo da Diocese de Coimbra, iniciou ontem a visita pastoral à Lousã. Uma presença que se reveste de “significado acrescido” num concelho que tenta renascer depois de ter sido atingido pelos incêndios de outubro do ano passado.
“A sua presença e as suas palavras são um estímulo acrescido para o trabalho de reconstrução e crescimento que estamos a fazer”, disse o presidente da câmara Luís Antunes, que recebeu o bispo nos Paços do Concelho. “É para nós motivo de satisfação constatar que tem esta atitude de proximidade para com a comunidade lousanense”, sublinhou.
Considerando a visita um “momento marcante para o concelho”, o autarca lembrou o “bom relacionamento existente com a Igreja”.

“Estou aqui ao serviço da minha missão que é de caráter espiritual. mas não desligada da realidade envolvente”, afirmou D. Virgílio Antunes.
O responsável máximo da diocese considerou o facto de ser recebido pela autarquia como “um sinal das relações de cooperação que existem entre as diferentes instituições”.
À margem da cerimónia, disse ao DIÁRIO AS BEIRAS que “os incêndios que afetaram o concelho da Lousã, e em particular a freguesia de Serpins, são uma realidade incontornável” e que espera que a sua “palavra e presença” possam ser um “suplemento de apoio”.

 

Mais informação na edição impressa do dia 20 de janeiro de 2018

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.