Autarquia da Lousã já submeteu processos de casas ardidas com isenção de IMI

Posted by

FOTO DR

Os imóveis de Serpins afetados, total ou parcialmente, pelo incêndio florestal que deflagrou no local a 15 de outubro – que afetou, principalmente esta freguesia e vários outros concelhos da região Centro – passam a estar isentos de pagamento de IMI, por proposta da Câmara Municipal da Lousã.

A Assembleia Municipal da Lousã, em reunião ordinária, aprovou, depois, por unanimidade, esta isenção do Imposto Municipal sobre Imóveis para o ano de 2018, concretamente para os prédios sinalizados do concelho da Lousã.

De acordo com o presidente da Câmara Municipal, Luís Antunes, “esta medida tem como objetivo aliviar a carga fiscal e desonerar as pessoas afetadas pelos incêndios do pagamento de um imposto sobre os imóveis destruídos pelos incêndios, tentando desta forma minimizar as consequências da relevante destruição patrimonial causada pelo incêndio”.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.