Auditório no museu vai ter fundos da UE

Posted by

A Direção Geral do Património Cultural (DGPC) candidatou a fundos comunitários a construção do auditório da Igreja de São João de Almedina, integrada no Museu Nacional Machado de Castro.
A intervenção, de quase um milhão de euros, prevê criar um auditório com capacidade para 180 a 200 pessoas na Igreja de São João de Almedina, que faz parte do Museu Nacional Machado de Castro (MNMC), disse à Lusa a diretora do museu, Ana Alcoforado.
O auditório já estava previsto aquando da requalificação do museu, cujo novo edifício foi inaugurado em 2012, contando com projeto de arquitetura de Gonçalo Byrne, que também já tinha sido o responsável pela nova estrutura, explicou Ana Alcoforado.
A Igreja de São João de Almedina serviu de reserva para as coleções do museu, estando a ser concluída a desocupação da estrutura, acrescentou.
“Aguardamos o resultado da candidatura para podermos concluir o projeto [de requalificação]. O auditório permite ter algumas valências muito importantes para nós, não apenas como sala de concertos – visto que tem uma excelente acústica -, mas também para criar dinâmicas com a comunidade, com congressos e debates”, frisou a diretora do MNMC.
De acordo com Ana Alcoforado, com a intervenção, a Alta ganharia “um espaço com uma identidade forte e que, de alguma forma, ia ajudar à programação na cidade, sobretudo no centro histórico”.

Noticia completa na edição impressa de hoje

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.