Mau tempo provocou 167 quedas de árvores no distrito de Coimbra

Posted by

A Proteção Civil registou, no distrito de Coimbra – principalmente entre as 22H00 e as 00H00 de hoje, mas também durante a madrugada – 232 ocorrências no total, devido ao mau tempo.

Destes registos, 167 referem-se a quedas de árvores, seis deslizamentos de terras e 25 inundações.

Não há feridos a registar desde ontem à noite devido à designada tempestade Ana.

Na cidade de Coimbra, ainda se está a fazer, nesta altura, o balanço final dos estragos, mas a árvore de maior porte que caiu terá sido um cedro, no jardim de uma casa na rua Gil Vicente, mas também duas árvores na avenida urbano Duarte, no sentido descendente, da rua do Brasil para a rotunda da Boavista.

Neste caso as árvores caíram com um intervalo de cerca de meia hora, entre as 22H00 e 23H00, provocando a interrupção do trânsito, até os bombeiros chegarem para fazer o corte.

A nível nacional registaram-se 3.010 ocorrências relacionadas com o mau tempo, que provocou mais de 1.900 quedas de árvores, 346 inundações e 34 deslizamentos de terras.

De acordo com o comandante Paulo Santos, da Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC), o mau tempo atingiu o país de Norte a Sul, mas afetou mais os distritos de Coimbra, Lisboa, Porto, Braga, Aveiro e Viseu.

Quanto ao trânsito, a Proteção Civil não tem conhecimento de qualquer corte de circulação nos itinerários principais, estradas nacionais ou nas principais autoestradas, apenas informação relativa à interdição de acesso ao maciço central da Serra da Estrela.

Hoje, o Instituto disse que a tempestade já deixou o território português, estando agora prevista uma descida das temperaturas, aguaceiros com diminuição de intensidade, possibilidade de trovoada e granizo e queda de neve acima de 800 metros.

Na Beira Interior, algumas das estradas de acesso ao maciço central da Serra da Estrela estão hoje de manhã encerradas ao trânsito devido à neve e às condições meteorológicas adversas, disse fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro de Castelo Branco.

Os troços Piornos/Torre, Torre/Lagoa Comprida, Lagoa Comprida/Loriga e Lagoa Comprida/Sabugueiro estão interditados à circulação rodoviária desde as 23H15 de domingo, não havendo previsão quanto à reabertura.

2 Comments

  1. Zé da Gândara says:

    Só 167?

    • Poortugues says:

      Realmente a noticia está errada. 167 árvores originaram ocorrências necessárias para a sua remoção, total ou parcial. Quedas de aárvores terão sido bastante mais.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.