Botão recriou Feira Antiga com a população na rua

FOTO DB/CÁTIA VICENTE

A população do Botão saiu à rua ontem para contestar um cobrador de impostos que por lá apareceu a meio da tarde. Um ano depois de comemorar os 500 anos da atribuição do foral Manuelino, a vila voltou a viajar no tempo, durante o último fim de semana, com a realização da Feira Antiga e recriações históricas.

O cobrador de impostos, os manifestantes, os guardas do rei e o juiz do povo foram algumas das personagens, ensaiadas pelo souselense Opílio Santos, que, com teatro, animaram as ruas e a zona do largo em frente à junta de freguesia.

“No ano passado comemorámos a atribuição do foral; este ano, o povo apercebeu-se que o foral não era mais do que um rol de impostos e decidiu barafustar até expulsar o cobrador. Este teatro é todo feito com prata da casa, gente que se dedica”, explicou Rui Soares, presidente da União de Freguesias de Souselas e Botão que organizou a iniciativa pela terceira vez.

Versão completa na edição impressa

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.