ARSC estuda efeitos dos fogos na vertente respiratória

FOTO MIGUEL A. LOPES/LUSA

A Administração Regional de Saúde do Centro (ARSC) anunciou ontem que no início de 2018 vai avançar com um estudo na área respiratória para apurar os eventuais danos dos incêndios na saúde das pessoas.

O estudo que vai avaliar a função respiratória de uma amostra da população dos concelhos de Pedrógão Grande, Castanheira de Pera e Figueiró dos Vinhos está integrado no projeto de intervenção em saúde pública e é realizado por Resolução do Conselho de Ministros.

Segundo João Pedro Pimentel, delegado de Saúde Regional e diretor do Departamento de Saúde Pública da ARSC, o estudo global tem um prazo de 24 meses e pretende monitorizar os efeitos e os danos causados na saúde das populações expostas ao incêndio e decorrentes da exposição ambiental, em questões relacionadas com a água, a alimentação e o ar.

Versão completa na edição impressa

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.