Concerto solidário de Coimbra angaria mais de 140 mil euros

FOTO DB/CARLOS JORGE MONTEIRO

O concerto solidário “É preciso Acreditar!”, a favor das vítimas dos incêndios do dia 15 de outubro, realizado terça-feira à noite em Coimbra, angariou mais de 140 mil euros.

A bilheteira rendeu, até às 17H00 de terça-feira, mais de 34 mil euros, uma vez que algumas empresas deram donativos superiores aos valores de tabela dos bilhetes, explicou ao DIÁRIO AS BEIRAS André Sardet, que teve a ideia e organizou o espetáculo.

Em chamadas de valor acrescentado para o número 760106010, que esteve disponível até ao final do concerto que decorreu no Convento de São Francisco e foi transmitido em direto pela RTP, foram contabilizados 106.276 euros.

“Ultrapassamos os 140 mil euros e acredito que o número ainda vai subir porque pode haver transferências que foram feitas mais tarde ou do estrangeiros e ainda não deram entrada”, disse o cantor.

Versão completa na edição impressa

One Comment

  1. Zé da Gândara says:

    Primeiro há uns terroristas que coordenam um ataque terrorista e se decidem a lançar fogo a uma imensa parcela do território tuga, quiçá devido a ressabiamento e azia porque não conseguem aquilo que querem depois de o Zé Povinho já ter percebido o cerne de que são feitos…

    Depois de queimadas vivas não sei quantas criaturas inocentes (muitas delas já de idade mais que avançada) e de se deixar meio-mundo apenas com a roupa que tinham no corpo na altura do acto terrorista… vem o desporto nacional da solidariedade com concertos e espectáculos jogralescos afins 🙂 E quem estiver a passar fome ou a dormir ao relento que lá fique porque entretanto já lá passou o séquito de jornaleiros do regime de objectiva apurada a fazer a crónica do caso para tuga ver, com o de sempre a fazer questão de se fazer fotografar e filmar junto da plebe atirada para a indigência de modo a dar um ar de preocupado com as vítimas do acto de terrorismo que o regime continua a negar ter existido…
    Portugal, por tudo isto, é um caso sério de Psiquiatria colectiva…

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.